Juros Simples: Aprenda Calcular!

> Juros Simples: Aprenda Calcular!

Juros simples é uma remuneração dada a alguém pelo aplicação de seu capital em um determinando período. Esse regime de juros é calculado aplicando uma taxa em relação ao capital aplicado inicialmente.

É muito utilizado do dia a dia quando emprestamos dinheiro a outra pessoa, por exemplo. Ao emprestarmos queremos receber uma quantia a mais pelo empréstimo e isso nada mais é que uma vantagem que queremos pelo empréstimo. Uma espécie de: te empresto, mas quero que me pague a mais por isso.

A pessoa que empresta a outra certa quantia, recebe uma remuneração a mais, além do valor emprestado, e isso é o que denomina juros.

Juros simples aplicado a uma transação deve-se considerar essas quatros variáveis:

  1. Capital: é o valor aplicado;
  2. Juros: é o acréscimo que recebe pelo valor aplicado;
  3. Tempo: o tempo que é dado para receber o valor aplicado de volta mais os juros;
  4. Taxa: taxa aplicada, em porcentagem, que determina a quantidade de juros incidente sobre o capital inicial.

Para efeito de cálculo em juros simples, os juros são diretamente proporcionais ao capital, ao tempo e a taxa.

Fórmula para juros simples

Vamos estabelecer que o capital será representado pela letra C, maiúscula, o tempo pela letra t, minúscula, a taxa por i, também minúscula, e juros pela letra J, maiúscula. Assim, temos a seguinte fórmula:

Fórmula de juros simples

Quando aplicamos esta fórmula devemos ficar atentos aos seguintes casos:

  • Se a taxa for ao ano, o tempo deve ser reduzido à unidade de ano;
  • Se a taxa for ao mês, o tempo deve ser reduzido a unidade de mês;
  • Se a taxa for ao dia, o tempo deve ser reduzido a unidade de dia.

Observações:

  • A taxa de juros i deve ser colocada na forma decimal.

    • Exemplo: se a taxa de juros for 5%, então i = 0,05, que é a divisão de 5 por 100.
  • A taxa de juros e o tempo devem está nas mesmas unidades.

    • Exemplo: se a taxa de juros for 3% ao mês, o tempo também deve ser representado em mêses. Dessa forma, se o tempo estiver em ano, converta-o em mêses.

Montante em juros simples

Chamamos de montante e é representado pela letra maiúscula M, a soma do capital inicial mais os juros obtidos na aplicação. Ou seja, quando a pessoa que aplicou o valor faz o resgate desse valor aplicado mais os juros recebidos, esse é o montante.

Fórmula para o cálculo do Montante em juros simples

Para determinarmos o montante, utilizamos a seguinte fórmula:

Montante em juros simples

onde:

  • M é o montante;
  • C é o capital aplicado;
  • J são os juros aplicados, definido pela primeira fórmula acima.

Observe que, sendo os juros simples calculados pela fórmula abaixo:

Fórmula de juros simples

Então, substituindo a fórmula acima na fórmula do montante M, temos:

Montante e juros simples

Portanto, temos que o montante também pode ser calculado pela fórmula:

Montante e juros simples

Juros Compostos

Além dos juros simples, temos também uma outra forma de calcular juros que são os juros compostos. Este tipo de correção financeira é usada com frequência nas instituições financeiras, pois oferecem uma melhor rentabilidade.

Enquanto que nos juros simples, os juros são aplicados no capital inicial, nos juros compostos os juros são aplicados no capital inicial mais os juros dos meses anteriores. É o que chamamos de aplicação de juros sobre juros.

Portanto, para calcular juros compostos devem ser considerados, além do capital inicial, os juros já calculados nos períodos anteriores. Assim, diferente dos juros simples, em cada mês o capital em que os juros são aplicados é maior.

Exercícios resolvidos de juros simples

(FEC) Um jovem que trabalha com artes gráficas decidiu comprar um computador para que pudesse desenvolver melhor suas atividades. Ao decidir pela configuração que precisava constatou que seriam necessários R$2.490,00 para adquirir o seu computador à vista. Como isso estava totalmente fora do seu orçamento resolveu negociar a compra do equipamento a prazo, o que só foi possível mediante acréscimo de juros simples de 30% ao ano, aplicado ao valor à vista por oito meses. O pagamento foi feito em oito prestações mensais iguais, cada uma no valor de:

A) R$ 373,50

B) R$ 498,00

C) R$ 2.988,00

D) R$ 1.992,00

Resolução:

Calculando o valor do acréscimo (Juros Simples):

Fórmula de juros simples

onde:

  • J: o valor dos juros a ser determinado
  • C: R$2.490,00 (valor do capital aplicado)
  • i: 30% a.a. (taxa percentual anual)
  • t: 8 meses (período de aplicação)

Nas fórmulas de matemática financeira, tanto o prazo da operação (t) como a taxa de juros (i) devem, necessariamente, está expressos na mesma unidade de tempo.

Assim, transformando a taxa percentual anual, em taxa percentual mensal, temos:

(30% a.a.) ÷ 12 = 2,5% a.m.

Então, temos que:

Exercício 1 de juros simples

O Montante a ser pago no final do período da aplicação, ou seja, o capital empregado mais os juros adquiridos será de:

Exercício 1 de juros simples

De acordo com o enunciado, o pagamento foi feito em oito prestações mensais iguais, então, cada prestação terá um valor de:

Exercício 1 de juros simples

Resposta: A

(UFMG) Um consumidor adquiriu determinado produto em um plano de pagamento de 12 parcelas mensais iguais de R$ 462,00, a uma taxa de juros de 5% ao mês. Ele pagou as 10 primeiras prestações no dia exato do vencimento de cada uma delas. Na data do vencimento da 11ª prestação, o consumidor decidiu quitar a última também, para liquidar sua dívida. Ele exigiu, então, que a última prestação fosse recalculada, para a retirada dos juros correspondentes ao mês antecipado, no que foi atendido. Depois de recalculado, o valor da última prestação passou a ser de

A) R$ 438,90

B) R$ 441,10

C) R$ 440,00

D) R$ 444,00

Resolução:

Analisando a questão, temos que o consumidor exige que a última parcela seja recalculada, retirando os juros.

A taxa de juros em cada parcela foi de um aumento de 5%. Assim: Considere P a parcela sem a aplicação dos juros, então:

1,05 . P = 462 ⇒ P = 462 / 1,05 = 440

Logo, a última parcela será de R$ 440,00, alternativa C.

Curta, favorite e compartilhe! 😉

Bons estudos! 😄

Leia também…

Porcentagem, Entenda Como Resolver

Juros Compostos, Aprenda a Calcular






Autor

Jean Carlos Novaes by

Formado em Ciência da Computação na UFBA. Depois de ficar sete anos tentando cursar uma universidade, conseguiu entrar na UFBA prestando um dos mais concorridos vestibulares do país.
LinkedIn


Veja também



comments powered by Disqus